#Big Data – Volume, Velocidade e Variedade

Bem-vindo ao universo do Big data, prepare-se para aterrissar. Você está na 3° era da informação. A direita você encontrará variedade, a esquerda velocidade e em frente volume, muito volume ! Muito cuidado, cada passo aqui é monitorado e você é o agente.

Vamos entender agora todas esses conceitos para que vocês não se percam, são chamados os 3 V’s do Big Data.

O primeiro V vem de Volume. Na sociedade contemporânea, são criados grandes quantidades de dados em rede. Essa produção/criação é viabilizada pela combinação “perfeita” entre a lei de Moore (que diz que o poder de processamento dobra a cada 2 anos), computação móvel, redes sociais e a computação em nuvem, ou seja, o desenvolvimento da tecnologia informacional intensificou a produção de dados  e isso explica a quantidade de informações disponíveis.

Hoje existem cerca de 300.000.000 usuários de internet no mundo e a cada segundo são postados 7.417 tweets, 1.205 fotos são subidas para o Instagram, 1.414 posts são criados no Tumblr, 1.500 ligações são feitas no Skype, é gerado um tráfego de 22.654GB na internet. Parabéns usuários, vocês estão produzindo muitas informações.

Para mais informações acesse: http://www.internetlivestats.com

Essa “exaustão de dados” deu origem ao fenômeno Big Data, que permite a análise de dados em sua forma original, não estruturada (tweets, comentários no Facebook e vídeos, por exemplo) e pela possibilidade de estudo não só do passado, mas também prever o futuro com riquezas de detalhes.

Sorria! Você está sendo monitorado.

O segundo V diz respeito a velocidade. Na era do Big Data começamos a enxergar os dados de uma forma diferente, houve um tempo em que se acreditava que os dados do dia anterior eram recentes, mas com o esse fenômeno já não são mais. Pense em quantos tweets você posta por dia. Quantas vezes atualiza sua timeline? O movimento de dados ocorre em tempo real. Como dito no início, você é o agente desse volume de informações que cresce a cada fração de segundos.

Entenderemos agora a variedade. Todos esses dados produzidos em grande escala e em fração de segundos podem ser armazenados em formatos múltiplos, ou seja, desde banco dados à um tweet. Nesse universo digital tudo se transforma em dados, independente do seu formato, e essa variedade de informações que caracteriza o Big Data.

Dessa maneira, o Big Data pode ser compreendido pela Variedade, Volume e Velocidade dos dados analisados.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s