Youtube: Um substantivo, um verbo, um produto e uma marca.

Não podemos ficar falando e falando sobre o os tipos de streaming e seus maravilhosos aplicativos, sem falar do Youtube, é claro?!

O youtube foi fundado em Fevereiro de 2005 pela paypal, comprado pela Google em 2006, com o objetivo de disponibilizar um espaço para que as pessoas descobram, assistam e compartilham vídeos originais. Considerado uma dos websites mais visitados no mundo, são mais de 65.000 novos uploads, 100 milhões de de vizualizações diários, e a cada mês são mais de 20 milhões de visitantes, o que gera informações e informações para as empresas que divulgam e para o próprio Google sobre seus usuários e seus gostos.

A cada vídeo são dados informações de título, descrição, tags, categorias e assuntos relacionados. Comentários podem ser escritos, podem ser respondidos, interações entre um youtuber com outro pode ser feita. E o que era antes apenas um espaço de compartilhamento de vídeo, vira uma plataforma online de interação. Eu hoje não consigo me vê sem o meu “episódios” de vlogs de canais que eu gosto, vídeos de 15/20 min que substituíram séries e novelas. Porém, empresas perceberam essa mudança de comportamento, minha e de milhares de outras pessoas, e pensaram: precisamos fazer com que essas pessoas que vêem esses vídeos também vejam nossas séries, como? Fazendo séries para o youtube. Tá vendo como uma ideia, uma plataforma, pode mudar a forma de comunicar e divulgar inteiramente? E ainda vai continuar a modificar. A seguir alguns vídeos interessantes a fim de mostrar como essa transformação está acontecendo.

Vídeo 1 – O primeiro vídeo colocado no ar no Youtube

Vídeo 2 – O vídeo mais visto, gostado e compartilhado no Youtube

Vídeo 3 – Primeiro vídeo da Zoella, Youtuber mais influente da Inglaterra e uma das mais influentes dos EUA (hoje possui aproximadamente 6,5 milhões de inscritos e 306 milhões de visualizações em seu canal, sem contar as aparições em outros canais).

Hoje, esses vídeos já foram visualizados por milhares de pessoas, comentados e influenciado outras milhares. E este produto, que hoje é um verbo, um substantivo e até uma profissão, vai continuar a transformar a forma de nos comunicar conosco e com a sociedade.

Fonte: Do YouTube – When communication turns into video e-nteraction

Anúncios

Um comentário sobre “Youtube: Um substantivo, um verbo, um produto e uma marca.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s