Do Papel ao Digital – Livros Digitais

Essa será uma série de posts sobre como o avanço da tecnologia transformou nosso modo de ler e entender literatura. Começamos hoje com o básico, com um pequeno contexto histórico desde o papel ao e-book/mobi.

Os homens, há seis mil anos atrás, utilizavam diferentes materiais para registrar suas passagens pelo mundo e compartilhar experiências. Com os egípcios, o papiro, de até 20 metros de comprimento, foi inventado e o algo perto da ideia do que conhecemos como papel de hoje aparece. Porém apenas no início do século 2 d.c. que surgi o nosso papel.

O papel é considerado o principal (principal em relação a o que?) suporte de divulgação de informação, conhecimento e comunicação, com as cartas, os pergaminhos e livros. Porém o primeiro livro a ser impresso em uma prensa, é de apenas de 1442, a Bíblia de Gutemberg de 42 linhas. A partir do século 19, aumenta a oferta de papel para impressão de livros e jornais, e o processo de fabricação do mesmo se transforma com as inovações tecnológicas, consequência disso, o papel deixa de ser um artigo de luxo e torna-se barato.

A título de curiosidade, na idade média o preço de um livro ficava em torno de 50/70 dólares por página, o que dava um valor médio de 20.000 dólares por livro.

Foram várias as transformações, desde o século XIX, causadas pelos avanços tecnológicos, inclusive a não utilização deste papel. Na época dos nossos pais, avós, para quem é da Geração Y, eram usadas cartas para se comunicar. Hoje você escreve um e-mail, uma mensagem via celular ou até um WhatsApp, uma informação que durava dias para chegar ao seu destinatário hoje pode ser entregue no momento em que você escreve ela, conversas a distância são realizadas em minutos para começar e ter a resposta final. A experiência, pode ser compartilhada por uma foto do Instagram, um post no Facebook e outras redes sociais e o conhecimento?

Livros, antigos e novos, estão sendo adaptados, vendidos e já criados para o formato digitais, como o e-book, ou mobi de acordo com a empresa. A facilidade e acessibilidade de ser lido em um tablet, notebook, desktop ou mesmo celular faz com que sejam poucos aqueles que compram o livro físico, ou porque não conseguem ler na tela, ou precisam do contato físico e visual com o artigo.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s