O Poder dos Book Blogueiros

Desde 2013 viraram febre no Brasil as blogueiras e vlogueiras de moda, maquiagem e “life style”. Essas começaram amadoramente fazendo reviews de produtos que já usavam, ou que compravam, falando sobre coisas do seu dia-a-dia, e postando tendências e observações as novidades estrangeiras.

Com o aumento de acessos nesses blogs, seguidores nas fanpages e no instagram, começaram a ser consideradas como formadores de opiniões para aqueles seguidores, considerando que esses começaram a usar de produtos que não conheciam que haviam sido revisados nos blogs de interesse, e tomaram lugares de atores e modelos como garotas propagandas e assinaturas de linhas de roupas e sapatos. Passando a ser presenças confirmadas as semanas da moda, nacionais e internacionais, camarotes do carnaval e showroom de marcas, patrocinadas pela sua marca.

gif-blogueira

No mundo literário não foi muito diferente. Leitores que trocam o sono pelo livro, começaram a montar tumblrs e blog’s para mostrar capas dos livros que estavam lendo no momento, fotos do “dia a dia” lendo, frases de seus livros favoritos, colagens de imagens e desenhos, transformando a ficção escrita em algo palpável para a imaginação de seus leitores, e divulgar mini histórias (fanfics) inspirados. Passando a influenciar as escolhas de novas leituras de seus seguidores.

1

Entendendo a importância dessas blogueiras, editoras e autores, procuraram nelas uma forma de conexão com seu público-alvo, aumento de suas vendas, de forma indireta, e divulgação de novos autores, com os conhecidos “ARC Edition”, livros sem a edição final que são enviados, de forma online, semanas e meses antes, para serem lidos, divulgados e revisados por elas. Com o contato corriqueiro há o conhecimento de hábitos e interesses do público, o entendimento do que gostam e o que não gostam, e se o seu livro seria colocado na DNF Shelf (prateleira não terminei) deles.

Dados da pesquisa “Produção e vendas do setor editorial brasileiro”, da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da Universidade de São Paulo (Fipe/USP), sob encomenda da Câmara Brasileira do Livro (CBL) e do Sindicato dos Editores de Livros (SNEL), apresentam que as editoras brasileiras possuíram um crescimento de venda, do ano de 2013, de 4,13%[1], comparado com o ano de 2012, vendas essas influenciadas parcialmente por essas novas formadoras de opinião.

[1] Dados foram divulgados em julho de 2014.

Anúncios

Um comentário sobre “O Poder dos Book Blogueiros

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s