Grandes empresas e suas estratégias de marketing.

Ao redor do mundo, as empresas encontram formas e estratégias para lidar com diferentes tipos de públicos em suas campanhas publicitárias. Na maioria dos casos, grandes marcas globais como a Coca-cola e o Mc Donalds a combinação perfeita precisam ter focos distintos para tratar seus produtos em diversos países ou até mesmo em um mesmo país onde a cultura diverge muito.

kok

Para isso, as grandes marcas contam com uma grande equipe de marketing que auxilia na produção de suas propagandas e, sobretudo, no planejamento de estratégias de vendas.

A já citada a Coca-Cola, um “camaleão das grandes marcas” sempre demonstrou uma grande capacidade de se adaptar às diferentes culturas, mantendo o sentido de “aproveitar os bons momentos”, foco principal de seu slogan, levando essa energia positiva por todos os países.

lennon11024

Dessa forma, como uma das principais marcas no cenário mundial, a Coca-Cola desenvolve um excelente trabalho em jogos olímpicos e copas do mundo. Um grande exemplo foi a campeonato de 2014, em que a marca apostou em diferentes campanhas para o mundial para cada país que estava competindo.

No México, por exemplo, a Coca-Cola previa o vencedor da Copa do Mundo de 2014: a Seleção Mexicana. Dizendo que “Em Todos os lugares Existem Sinais”, dois filmes estimulavam a torcida do país a ser otimista e acreditar que a vitória seria possível.

O comercial trazia clientes que tranquilamente faziam compras em um mercado e eram convidados a votar se acreditam ou não no México como campeão. Os que diziam que sim, ganhavam latas de Coca Cola.

 

No Brasil, a marca teve como principal foco o slogan: “Copa de Todo Mundo”, onde reforçava a ideia da integração das nações, abordando também comercias engraçados sobre os resultados dos jogos entre o Brasil e outros países.

jj

Fora do país, comerciais cômicos ironizavam a forma que a América latina via o Brasil, tendo como alvo nossos vícios de fala. A Coca-Cola exibiu em países como o Equador, por exemplo, propaganda  “Portuguesiño” que faz  uma brincadeira com o jeito que o brasileiro tem de usar palavras no diminutivo. Nem o craque Neymar não escapou das piadas dos nossos “Hermanos”.

 

Desta forma, a partir desses e de muitos outros comerciais que traziam propostas diferentes e cômicas para cada país, a Coca-Cola se fez lembrar como uma marca global que conquista a todos por ser fiel ao seu posicionamento, tendo como direcionamento o público para o qual elas se destinam.

As propagandas tem como principal objetivo mostrar que aquele produto é único, exclusivo e que segue todos os requisitos importantes para o consumidor. Como marcas mundiais, as grandes empresas possuem diferentes estratégias de venda dos mesmos produtos em cada país. Nos EUA, por exemplo, o tradicional refrigerante tem um gosto bem diferente do comercializado no Brasil, devido a diferentes exigências do mercado brasileiro.

Saindo um pouco desse universo de refrigerantes, outras marcas também desenvolvem maneiras interessantes de mostrar e vender seus produtos de diferentes formas sem perder a criatividade e o contato com o público alvo, adequando-se ao país para o qual ela se destina.

A marca mundial de biscoitos OREO (sim, só pensamos em comida, hehe #amamosgordice) desembarcou no Brasil em 1994. Não obtendo sucesso em terras tupiniquins, saiu do mercado, voltando somente em 2013, onde, a partir de um novo posicionamento, mostrou que veio para ficar. A empresa oferece uma grande variedade de produtos, que se dividem em tradicionais e sazonais, com sabores para todos os gostos.

Desde o seu lançamento no mercado, a marca de biscoitos OREO constantemente ganha novas e deliciosas variações. Em alguns países, existem versões locais do biscoito. Na Argentina, por exemplo, ele é vendido na versão banana com doce de leite. Os indianos contam com os sabores morango e chá-verde.

 

Essas variações de produtos exigem muito da empresa, pois são fortemente influenciados pelo país e pela cultura em que estão sendo vendidos. Dessa forma, a OREO conta com uma grande equipe em sua produção de conteúdo para propagandas, visando sempre o foco em seu cliente e o mercado em que ele está inserido.

Em um recente comercial de 2014 veiculado no Brasil, a OREO seguiu o seu compromisso com o público alvo e, a partir de análises, a marca chegou à conclusão de que no Brasil não temos o hábito de comer o famoso biscoito com leite, comportamento tradicional em países como os Estados Unidos. Para contornar isso, a campanha tentou mostrar isso ao público brasileiro, veja o resultado:

O famoso comercial intitulado “Pai e Filho”, criado pela FCB Brasil, traz a ideia da conexão familiar no momento de consumo do produto, fortalecendo as relações. A forma mundialmente conhecida de consumir o biscoito: abrir, provar e curtir é o principal elemento de aproximação das pessoas, segundo a marca. O filme de 30 segundos estreou primeiro nos canais da OREO nas redes sociais, sendo depois lançado na TV aberta, durante o intervalos de programas de grande audiência como o Fantástico.

anigif_enhanced-18022-1406644810-1 (1)

Dessa forma, a OREO se apropria do mercado brasileiro de maneira original e inovadora, fazendo o que muitas empresas as vezes se esquecem: criar formas de adaptação a cada situação sem perder de vista seu mercado. A campanha gerou uma boa reputação da marca, principalmente na internet, onde uma simples pesquisa pode mostrar o quanto a OREO é adorada.

giphy2

O biscoito saiu das prateleiras e hoje domina a internet, com inúmeros sites e blogs em homenagem a essa delícia recheada. Em suas redes sociais a OREO conta com mais de 35 milhões de seguidores. Uma curiosidade é que em algumas das páginas são apresentadas formas um tanto quanto inusitadas de consumo do biscoito. Em recente pesquisa, a marca identificou que abrir o biscoito e comer o recheio primeiro se tornou um hábito mais comum entre os consumidores. quem nunca?

sofia-vergara-oreo-cookie-1

Dessa forma, esses grandes exemplos de marcas mundiais investem um generosa quantidade de dinheiro para a produção de suas campanhas, atingindo a maior quantidade de pessoas, melhorando assim a venda de seus produtos. Caso contrário, uma campanha ruim pode gerar transtornos, prejudicando a imagem de uma marca.

Em 2005, a marca de refrigerantes Fanta (sim, mais comida) estreou uma campanha com o slogan: “Beba Fanta, fique Bamboocha!”

3234705693_b486dd7bec_z

A propaganda rodou o mundo, sendo dublada para a língua local. Segundo os criadores da campanha, a agencia Ogilvy & Mather teve como principal intenção falar a língua dos jovens, público alvo da marca e personagens da história. A combinação de cenários paradisíacos (bem clima havaiano) e personagens exóticos criavam o universo “Bamboocha”, termo desenvolvido especialmente para definir uma geração que se reinventa e está sempre afim de curtir e viver grandes momentos.

Usando expressões que não se enquadram no vocabulário dos jovens brasileiros, a Fanta teve dificuldades para atingir seu público alvo, perdendo credibilidade. Assim, esse talvez tenha sido o principal erro da marca em não adaptar seu slogan a uma linguagem mais coloquial, que realmente dialogasse com o público. O termo “Bamboocha”, gerou diferentes interpretações e principalmente indagações de qual realmente seria o sentido da palavra.

Saindo um pouco desse maravilhoso universo da comida, uma outra marca pouco conhecida no Brasil , mas com certeza já vista por muitos na internet,  a famosa empresa americana de desodorantes masculinos Old Spice se tornou uma grande fonte de vídeos cômicos pela rede. Seu foco como marca sempre foi a criação de campanhas irreverentes, que acentuassem a masculinidade do seu público.

old-spice-principal

Após um processo de posicionamento de marca, devido à forte concorrência, principalmente da Nivea e Dove que também possuíam produtos masculinos, a Old Spice investiu ainda mais em seus produtos e em suas propagandas. Com o estilo irreverente e engraçado (humor bem americano, podemos dizer) a marca chega ao Brasil com seus principais comercias que mais fizeram sucesso lá fora.

Os comercias foram dublados para o nosso idioma, usando expressões da linguagem coloquial facilitando a intimidade com o público. A Old Spice manteve seu garoto propaganda, o ator Terry Crews, conhecido por seus personagens divertidos, bem diferentes da imagem que o ator passa fora das telas, tendo como objetivo principal personificar a marca.

mHeiSeF

Em 2014, a Old Spice lançou no Brasil seu primeiro comercial produzido aqui, gerando muitas críticas a respeito.  A ideia de manter a irreverencia e acentuar a masculinidade do produto, assim como em outros países, gerou uma revolta em alguns brasileiros que julgavam o comercial preconceituoso e machista.

Se a ideia da marca é boa ou ruim, machista ou não, o público é quem decide, sendo ele o grande responsável pela adesão de um produto.

Por fim….

Fica evidente que a as marcas mundiais possuem grande exemplos de  marketing  que deram certo, como a Coca-Cola na copa do mundo ou a OREO e sua variedade de produtos. No entanto, outras empresas não tiveram a mesma sorte, como vimos no exemplo “Bamboocha” da Fanta. Junto das marcas, propagandas constroem sua identidade e se diferenciam em diversos países com culturas diferentes.

Identificar oportunidades em cada mercado e analisar o público alvo, são tarefas básicas de toda produção publicitária. Se tratando de diferentes países, uma mesma campanha precisa estar atenta aos mínimos detalhes, sejam eles em relação a linguagem ou ao produto.

E preciso ter em mente que uma campanha considerada boa pela marca não necessariamente será um sucesso sem a aprovação e satisfação do público alvo que, por sua vez, como vimos nos exemplos a cima, é a peça chave. Por isso, a dica é clara: O foco do marketing deve ser o “DO” cliente, atendendo assim seus desejos e expectativas.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s