A Cor na Publicidade

As cores estiveram presente na história da humanidade desde que o homem se entende por gente, seja nas pinturas corporais de guerreiros antigos, nos vitrais coloridos de grandes catedrais góticas ou até mesmo nas milhares de luzes da Times Square.

Numa sociedade visual como a nossa, cada vez mais elas fazem parte do nosso cotidiano e podem estar repletas de significados e associadas a diferentes sensações. Dependendo da região, pode ter um significado completamente diferente. Para os ocidentais, por exemplo, o branco simboliza a vida e o bem, enquanto para os orientais representa a morte.

giphy.gif

A cor nada mais é do que um  comprimento de onda do espectro eletromagnético, que chega a nossa retina e é interpretada pelo cérebro. Ou seja, os objetos não têm cor, a cor corresponde a uma sensação interna provocada por estímulos físicos de natureza muito diferente que dão origem à percepção da mesma cor por um ser humano, se tornando uma das mais eficiente dimensões de descrição da nossa sociedade. Imagina como seria difícil descrever algo sem mencionar a cor?

Além disso, a cor possui dois sistemas de composição básicos, sendo identificados pelas siglas RGB (Vermelho, Verde e Azul) e CYMK (Ciano, Magenta, Amarelo e Preto). O primeiro deles é o “Cor Luz”, que é utilizado nos objetos que emitem luz para projetar uma imagem, por exemplo, monitores de computador, televisão, Internet, cinema. Já o segundo é o “Cor Pigmento”,  geralmente  utilizado na indústria gráfica, onde as tintas são misturadas para serem impressas no papel.

rgbvcmyk-codes-square

Veja um exemplo de como uma imagem fica diferente:

rgbcmyk-1024x576.jpg

Além de possuir várias outras subcategorias para agrupá-las, como as cores primarias e secundarias, quente e frias, e por ai vai.

Significado das cores

De acordo com o livro Psicodinâmica das cores em comunicação,

“…A cor exerce uma ação tríplice: a de impressionar, a de expressar e a de construir. A cor é vista: impressiona a retina. E sentida: provoca uma emoção. E é construtiva, pois, tendo um significado próprio, tem valor de símbolo e capacidade, portanto, de construir uma linguagem própria que comunique uma ideia.”

E é a partir dos inúmeros significados dados as cores, que hoje existem incontáveis teorias sobre o impacto da cor na sociedade e em diferentes áreas de estudo, como a arquitetura, moda, artes plásticas, design gráfico, publicidade, entre outros.

575246_10151053538591565_1925783983_n

Essa diversidade de estudos mostrou o poder psicológico que as cores tem sobre os seres humanos. Cada indivíduo reage de diferentes formas a determinada cor, dependendo de sua intensidade, luminosidade e saturação

As cores constituem estímulos psicológicos para a sensibilidade humana, podendo influenciar o indivíduo a gostar ou não de algo, para negar ou afirmar, nos deixar alegres, tristes, com raiva, calmos, aguçar o nosso apetite, etc. E como já citado, as sensações e impacto das cores em cada indivíduo variam de acordo com sua região demográfica, cultura, idade e outros fatores.

É preciso saber que as cores provocam sensações polarizadas, ou seja, ora podem ser positivas, ora negativas. Esse fator está muito presente no significado de cada cor nas diferente culturas do mundo.

Enquanto o vermelho na cultura cristã remete a purificação e santidade, em uma conotação negativa, ele pode significar erotismo e pecado. E isso acontece com todas as cores. Outro exemplo é o laranja, que é considerado a cor que tem mais aroma, por isso, é a cor dos molhos agridoces da cozinha asiática, sendo a junção do vermelho (doce) e do amarelo (ácido).

O verde, junção de amarelo com azul, é uma das cores mais democráticas: em todas as regiões, sugere umidade, calma, frescor, esperança e equilíbrio. Assim como o verde, em algumas situações, o rosa é uma cor democrática pois é tipicamente feminina em todas as culturas, enquanto o azul é considerado uma cor tipicamente masculina.

O azul também é a cor mais lembrada quando os ocidentais querem referir-se a simpatia, harmonia e confiança, em algumas culturas ela é sinônimo de nobreza (lembrança da expressão sangue azul) e em todas elas é a cor que simboliza o céu.

A cor púrpura, no Império Romano, era usada apenas pelo imperador, sua esposa e filhos, também sendo considerada sinônimo de nobreza. Nessa mesma época, o marrom era conhecido como a cor usada pelos povos populares e menos nobres.

Cores-no-Mundo-traduzido.png

A cor na Publicidade

A cor na publicidade é um fator essencial para atingir o público da maneira correta e tem uma finalidade: conquistar o indivíduo por meio de uma mensagem para incitá-lo a uma ação (compra de um produto, adesão de um serviço, entre outros).

Não é nenhuma novidade que as mulheres reconhecem muito mais tonalidades de cores que os homens, motivo pelo qual os produtos destinados ao público feminino são tão coloridos, enquanto os masculinos geralmente tem as mesma cores, em tonalidades sóbrias, sendo mais fácil de memorizar.

Grandes marcas já possuem inúmeros estudos sobre a cor em suas propagandas, embalagens e pontos de venda. A cor vermelha, por exemplo, é utilizada para atrair compradores compulsivos através do calor da cor e estimular o apetite, por isso a Coca-Cola e o McDonalds associam a cor à sua marca.

coca-cola

Marcas relacionadas a saúde e bem estar geralmente utilizam da com verde, por ser sinônimo de tranquilidade, além de representar vitalidade, crescimento e fertilidade, aliviando o stress causada por cores muito vibrantes como o amarelo ou vermelho.

yyl3j1-infografico-psicologia-cores-10001.jpg

A marca Itaú, por exemplo, usa as cores laranja e azul na sua identidade visual, pois o laranja, além de chamar atenção, apresenta um ideal de juventude que, junto ao azul, estimula um senso de segurança e produtividade.

A cor em outras áreas da comunicação

  • Design Gráfico

screen-shot-2013-05-30-at-18-17-13-1024x675

Uma ferramenta legal no Design Gráfico é o famoso Adobe Kuler, que é um gerador de temas cromáticos, que serve para definir combinações de cores para trabalhos gráficos, web-sites, entre outras tarefas relacionados a área.

Nele você pode consultar cartelas de cores feitas por designers, além de criar a sua própria combinação de cores, e compartilhar com o mundo todo, a ferramente também está disponível como aplicativo mobile, sendo uma excelente fonte de inspiração para fazer estudos de cores.

  • Cinema

Falando em combinação de cores, o @CINEMAPALETTES é uma página no twitter que ficou super famosa por publicar as paletas de cor usadas em determinadas cenas de filmes emblemáticos, o que ajuda a entender a utilidade da cor no cinema, provocando sensações, transportando-nos para universos distantes e dando diferentes climas as cenas, como por exemplo, na franquia de filmes de Harry Potter, a paleta dos filmes vai ganhando tons mais frios e escuros, como azul, pretocinza, e verde-escuro na medida em que a história vai se tornando mais sombria.

como20as20paletas20de20cores20determinam20o20clima20dos20filmes-harrypotter

CbwkxwpWwAAeInq
O filme do anti-herói, Deadpool, também trabalha com uma paleta de cores específica. Assim como Malévola, tons de vermelho, cinza e preto ganham destaque no longa.

CkTHvKGWsAA0mFg.png

Sabe-se também que condições físicas, culturais ou ainda mais específicas como a idade, são realmente capazes de alterar a percepção de cada indivíduo sobre uma cor. Existem até tratamentos, como a cromoterapia, que utilizam diferentes tonalidades para restaurar o equilíbrio físico e emocional do paciente.

E na comunicação o profissional se apropria dessa versatilidade da cores para aprimorar as suas produções. Por exemplo, a fotografia de um filme é construída, cromaticamente, de acordo com o foco que se pretende dar a história, ou a marca de uma empresa vai utilizar determinadas tonalidades para fazer uma associação específica a imagem da empresa.

Não é interessante como a cor pode ter diferentes interpretações? E são vários os fatores que influenciam na construção do seu significado, dependendo de cada um de nós como isso vai se desenvolver na nossa história e na nossa vida. Vimos aqui como as cores se mostram em diferentes situações, atuando em diversas áreas e criando inúmeros sentidos.

E você, como tem colorido a sua vida?

Fontes:
Livro: Psicodinâmica das cores em comunicação
Site Plugcitários: De onde veio a cor laranja do Banco itáu?
Jornal Nexo: Como as paletas de cores determinam o clima dos filmes

Saiba mais
Infográfico: A Psicologia das Cores no Marketing

Texto: Guilherme Melo
Capa: Vinícius

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s