Pokemon Go e a criatividade brasileira

Depois de um tempinho de férias (também merecemos, né?), a folga acabou (aaaaaaah) e voltamos com tudo (êeeeeee).

E mal chegamos e já fomos atropelados pelo furacão japonês do momento. Aquilo que todo mundo que você vê por aí com a cabeça baixa olhando o celular (geralmente) está fazendo. Sim, eu sei que você também tá! O tão esperado Pokémon Go.

13920928_922606164535482_2451078240100721589_n
“Ai, mas eu nem jogo. Isso é modinha” – Aham, Cláudia, senta lá.

Pega esse Zubat depois e presta atenção aqui. Se você é um “inimigo da cibercultura” ou esteve em Marte nas últimas semanas e não sabe do que estamos falando, te atualizamos: trata-se de um aplicativo para smartphones que, utilizando da tecnologia e da criatividade, trouxe para o nosso dia a dia aquilo que a geração dos anos 90 cresceu admirando na TV: a jornada em busca de se tornar um Mestre Pokémon.

200_s

O desejo de milhares de fãs infanto-juvenis há mais de 20 anos finalmente se tornou realidade: A empresa Niantic, em parceria com a Nintendo, desenvolveu o projeto que traz a experiência de capturar Pokémons – e batalhar para ser um líder de ginásio – para a vida real.

d8750-tumblr_o1n0vnqj6g1v5u1pwo1_1280
And now it’s real ❤

Tudo depende de onde você estiver, os Pokémons podem aparecer dentro da sua geladeira, na privada ou até mesmo dentro do ônibus indo pro trabalho. Isso porque a realidade aumentada permite que, através das câmeras do celular, o bichinho esteja inserido no mesmo cenário que você. Mas apesar de aparecerem também onde você está, é preciso andar pela cidade em busca dos personagens, pokebolas, etc.

O jogo foi lançado no exterior há algumas semanas e logo virou febre: pessoas do mundo todo passaram a desbravar suas cidades em busca de diversão e de Pokémons raros. Enquanto não chegava ao Brasil (nós sempre excluídos, né), muita gente não aguentou esperar e hackeou o aplicativo (#tevegolpe) para ter acesso ao jogo. É aquele ditado. né?Malandramente…

gambiarra

Foram vários e longos dias de sofrimento para todos os nerds desse nosso Brasil, mas, finalmente, na semana passada, o jogo estreou em terras Tupiniquins. ❤  E como o melhor do Brasil é, definitivamente, o brasileiro… não demorou para que a zoeira se instaurasse na internet. #HUE

E e claro que as marcas brazucas não perderam tempo e se jogaram no marketing de oportunidade: o que não faltou foi empresa apostando em trocadilhos marotos (ou não) para divulgar seus produtos na onda do momento. Teve até gente que decidiu empreender e aproveitou o gancho pra driblar o desemprego. Como não amar esse país? ❤

Separamos alguns serviços que, utilizando da criatividade inerente ao nosso país tropical, bombaram nas redes sociais ao brincar com o sucesso do Pokémon Go.

1) Teve motel apostando na #ousadia e #alegria e que bombou de compartilhamentos.

13939440_847064118757879_7405130523324731722_n

2) Teve hamburgueria  convidando os Mestres Pokémon para capturar aquele X-especial.

13935129_691655994306347_955671333480667700_n

3) Teve chocolateria fantasiando o produto e fazendo promoção especialmente para os caçadores.

xxx.png

4) Teve mais motel investindo na piada do Pikachu.

13886372_1407840686189365_1531375628177483847_n

5) Ok, já entendemos qual foi o ramo que mais aproveitou esse anúncio de oportunidade, rs.

13939335_1176290622416504_8526003648783969581_n

6) Teve chopperia aproveitando a localização privilegiada (em frente a um ponto de atração de Pokémons) para atrair os Mestres locais  que desejam capturar seus bichinhos enquanto tomam uma gelada.

13942702_495736903962858_892427568_n

7) E olha esse show de irreverência e e educação: teve igreja entrando na onda e pedindo aos caçadores para não interromperem a missa em busca de Pokemons. Aproveitando, claro, pra convidar os jovens a participarem da celebração. Fofo, né?

13942462_495722513964297_1797700031_n

8) E a brasilidade que merece Grand Prix de criatividade nessa onda toda é o Pokémoto do cearense Denis Paz. Desempregado, o motoboy passou a oferecer o serviço de locomoção aos caçadores para que possam capturar seus Pikachus, Charmanders e Bulbasaurs em locais seguros, sem preocupação e a um custo baixo.

cacador-de-pokemon

Brincadeiras a parte, é muito bacana ver exemplos de superação como este. Assim como as marcas, um motoboy soube aproveitar o sucesso mundial de uma ferramenta para sair da dificuldade e tocar a vida honestamente. Além de ajudar as pessoas, que poderiam ser assaltadas, atropeladas ou acidentadas de alguma forma ao caçar Pokémons a pé ou dirigindo, Denis é um grande exemplo do que é saber usar o marketing de oportunidade a seu favor.

Outra tática interessante das empresas é, por exemplo, utilizar de incensos para atrair Pokémons a seus estabelecimentos, como a chopperia Parrudo, citada anteriormente. No exterior, a prática já se mostrou bem sucedida com uma cafeteria que conseguiu atrair muitos clientes utilizando os lures (item do Pokémon GO que atrai os bichinhos).

Muito se tem falado sobre o aplicativo, para o bem e para o mal. Mas o que não se pode negar é que a ferramenta trouxe para o dia a dia das pessoas o exercício, o ato de explorar mais e conhecer melhor sua própria cidade, novas amizades, um sonho de infância realizado para milhares de jovens, além de abrir um mundo de possibilidades e oportunidades para empresas e empreendedores como o Denis.

O fato é que qualquer coisa sempre terá pontos positivos e negativos. Cabe a cada um saber explorar corretamente as vantagens das ferramentas que o mundo moderno disponibiliza e controlar os efeitos colaterais que fazem parte de qualquer processo de evolução.

Verdade seja dita: nunca imaginamos que em 2016 poderíamos capturar um Pikachu na nossa própria cama. A inteligência artificial e a realidade virtual são cada vez mais parte do nosso cotidiano e mal podemos esperar pelos próximos avanços e novidades.

Temos que pegar! ❤

Arte da capa: Luciano Oliveira.

Anúncios

Um comentário sobre “Pokemon Go e a criatividade brasileira

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s