Masterchef: a receita para o sucesso

Quando o assunto é engajamento nas redes sociais, não podemos negar: o Masterchef domina um dos primeiros lugares.

Masterchef é um talent show de competição culinária que começou a ser exibido no Reino Unido e em Portugal, chegando ao Brasil em 2014, pela Rede Bandeirantes. A apresentação do programa fica por conta da jornalista Ana Paula Padrão, tendo como jurados os chefs: Henrique Fogaça, Érick Jacquin e Paola Carosella, com cerca de 20 participantes por temporada, que competem para decidir quem será o Masterchef do ano.

Entre as premiações estão 150.000,00 reais, uma bolsa de estudos na renomada escola de culinária francesa Le Cordon Bleu, em Paris, além de um vale-compras de um ano no cartão Carrefour, um dos seus maiores patrocinadores.

12mai2015-os-jurados-do-masterchef-henrique-fogaca-a-apresentadora-ana-paula-padrao-paola-carosella-e-erick-jaquin-na-apresentacao-da-segunda-edicao-do-reality-1431480920645_956x500

Entendendo o engajamento de Masterchef

O engajamento que o Masterchef conseguiu nas redes sociais foi estrondoso. O reality, que na primeira temporada ainda estava aprendendo como lidar com seu público, nas demais deu uma aula sobre como agradar a sua audiência.

Com o auxílio do Twitter e a hashtag ‘#MasterchefBR, o programa se torna um dos assuntos mais discutidos todas as terças-feiras. Ocupando toda semana o primeiro lugar nos Trending Topics Brasil, que se trata dos temas mais comentados pelos usuários do Twitter. Competindo lado a lado com a Rede Globo, chegando a ultrapassar a audiência da emissora durante a final da terceira temporada.

anigif_enhanced-30182-1417632987-9

O sucesso de engajamento do Masterchef se dá pelo grande uso do Big Data, seguido por reuniões no mínimo semanais para discutir o andamento de cada detalhe do episódio que será exibido. Conhecendo o programa e sua audiência, é possível saber quais são os momentos em que as postagens mais divertidas irão aparecer. Aproveitando esse gancho, o programa insere tweets do público na tela durante o episódio, além de descobrirem a melhor hora de liberar enquetes que aumentarão o engajamento via Twitter.

“Na primeira temporada, a gente viu esse engajamento acontecer de modo muito orgânico, com uma reação interessante, e já naquela temporada conversamos com a Band e surgiu a oportunidade de montar um projeto interativo. O Twitter tem características que são aderentes da TV, em tempo real.”
Diego Guebel, diretor de conteúdo da Band.

A escolha do Twitter como plataforma para um contato mais intimista com seu público não foi por acaso. Programas como os talents shows são perfeitos para o uso dessa rede social. Devido a interação em tempo real que o Twitter proporciona, é possível facilitar o contato entre o público e o programa, além de auxiliar o mesmo a visualizar os resultados da análise do Big Data.

paola

Muito além de dar ao seu público a sensação que ele está somente comentando o episódio com várias outras pessoas, o Masterchef nos faz acreditar que estamos participando do programa. Um exemplo disso foi durante a segunda temporada, no qual foi utilizado o #FlockToUnlock, que se trata de uma forma de desafiar seu público. No caso do Masterchef, fomos desafiados a chegar a um certo número de tweets na hashtag  #MasterchefBR para que ganhássemos uma ‘recompensa’.

Tratava-se de vídeos exclusivos relacionados ao reality que seriam liberados na internet. Como desafio dado é desafio aceito, seu público bateu os números propostos e foram liberados vídeos com cada um dos chefs jurados, cozinhando receitas próprias em suas cozinhas, aproximando ainda mais o público fiel ao programa e seus jurados.

ep-12-gif-aluisio-fernando-hi-5

Em Masterchef é possível identificar a Cultura da Convergência, que diz respeito à forma que consumimos os conteúdos midiáticos, mais especificamente com a convergência dos meios de comunicação, interligando a televisão e a internet, por exemplo, durante a final da segunda temporada, no qual o vencedor foi anunciado primeiro no Twitter e depois na televisão. Além da Cultura Participativa, fazendo o receptor participar efetivamente do programa.

Colocando essa teoria em prática, o Masterchef conseguiu fidelizar seu público, entre memes criados e centenas de comentários, é possível reparar as mesmas pessoas todas as semanas na hashtag via Twitter.

“A mensagem aqui é: quanto mais o canal de TV abre espaço para a sua audiência participar do programa, recompensando-a de volta, na tela, com enquetes e outras ações, a chance de fidelizar esse público, fazendo com que aquilo se torne um evento para o telespectador, é cada vez maior”.
Sérgio Floris, diretor de TV do Twitter no Brasil.

A internet já foi vista como uma vilã, adversária da televisão, por fragmentar a audiência. Porém, o Masterchef soube contornar isso muito bem com o auxílio de 140 caracteres de milhares de pessoas.

Engajamento que levou ao recorde de patrocinadores

O sucesso do Masterchef não parou só no engajamento ou na fidelização do público. Devido ao bem sucedido uso do Big Data e da prática de teorias como a Cultura de Convergência, o programa conseguiu ser a atração televisiva mais comentada nas plataformas de 2015.

Com o feito na final da segunda temporada, o Masterchef chegou a quase 2 milhões de tweets, batendo o recorde de programa de TV aberta mais comentado da história do Twitter em todo o mundo

abre0112

O programa, que nas primeiras temporadas contava com um número relativamente baixo de patrocinadores, conseguiu começar a terceira temporada com espaços para anúncios totalmente ocupados.

“O que me deixa mais feliz nesse sucesso comercial do MasterChef, não é ter vendido todos os espaços comerciais disponíveis com antecedência, mas sim o reconhecimento desses mesmos anunciantes de que o retorno em vendas e imagem é excepcional”.
– Marcelo Mainardi, vice-presidente de comercialização da Band.

É fato que o record alcançado e o ótimo engajamento favoreceram o programa, tornando- o mais visado pelas marcas. Sabendo disso, os patrocinadores de temporadas anteriores reservaram seus espaços comerciais com antecedência. Entre as marcas que escolheram aparecer no programa, estão: o Carrefour, um dos principais patrocinadores, marcando presença desde a primeira temporada, Friboi, McDonald’s, Nivea, Tramontina e a Tim, uma das marcas mais visadas, por patrocinar o anúncio do vencedor da temporada.

As finais do Masterchef

Não bastava ser o mestre do engajamento, o Masterchef ainda mostra que sabe como fazer um final de temporada espetacular.

O final da segunda temporada foi marcado pela forma diferenciada de anunciar o ganhador do reality. Durante o momento da revelação do vencedor, a apresentadora Ana Paula parou o programa e surpreendeu a todos, informando que anunciaria o resultado primeiro no Twitter oficial do Masterchef.

Anúncio do vencedor a partir de 19 min.

Devido ao grande engajamento que o programa possui no Twitter, o anúncio não poderia ser diferente. Sendo patrocinado pela Tim, que apareceu no tweet do anúncio. O feito foi comparado com o que a Samsung fez durante o Oscar de 2014, patrocinando a selfie mais famosa do mundo.

cats

E o final da terceira temporada conseguiu ser melhor que a anterior. O programa foi transmitido ao vivo para todo o Brasil, contando com a presença de convidados como os digital influencers Milton Neves, Maju Trindade e ThaynaraOG, entre vários outros, que tweetaram ao vivo a final do Masterchef.

home_451118f_cc6dc140-0880-4220-bdef-f4fb88d6cb3b_1

Não sendo suficiente, o programa quis recompensar o seu público, criando uma competição chamada TwitterChef, na qual a pessoa mais engajada na hashtag #MasterchefBR, ganharia um troféu personalizado com seu nome. Incrível, né?

O anúncio do ganhador seguiu a mesma linha da temporada anterior, utilizando o Twitter para divulgação, mais uma vez sendo patrocinada pela Tim. Porém, a diferença foi que invés de levarem o programa para o Twitter, o Twitter do Masterchef foi levado para a televisão. A revelação ocorreu seguida de diversos memes criados na rede social durante toda a temporada e da reprise dos momentos mais marcantes da mesma.


O sucesso de engajamento do Masterchef e seu público fiel é algo para ser invejado. Com o fim da terceira temporada, foi divulgado o Masterchef Profissionais, que começou a ser exibido no dia 4 de outubro e já mostrou que vai ser um sucesso assim como seu antecessor.

Bora assistir e comentar hoje? Acompanhem nosso Twitter. 😉

Texto: Natália Souza
Capa: Bernardo Leal

Anúncios

2 comentários sobre “Masterchef: a receita para o sucesso

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s